sábado, 4 de janeiro de 2014

Prefeitura e Câmara Municipal devem controlar som alto da cidade. Gostoso sofre muito com estes abusos

Ainda vai demorar um pouco para que São Miguel do Gostoso adote medidas mais eficazes contra o desconforto do som alto -em bares, casas de shows, carros com caixas nos porta-malas e até em residências. Mas já há cidades que adotaram iniciativas que São Miguel do Gostoso pode seguir - pelo menos no futuro.
Vejam o caso de São Paulo. Tudo bem, trata-se de uma cidade infinitamente maior e mais bem estruturada. Mas, até por conta do seu tamanho (mais de 11 milhões de habitantes), é também mais difícil  controlar o barulho. Sem controlar o som, fica difícil morar - e principalmente dormir - naquela cidade.
Pois São Paulo acaba de aprovar uma lei que multa em R$ 1.000 carros que estiverem com som alto nas ruas. Além da multa, o carro pode ser guinchado, caso o motorista se recuse a abaixar o som. O sistema de som também pode ser apreendido. Em caso de reincidência, a multa pode chegar a R$ 4.000.
Esta lei foi aprovada na Câmara Municipal e já sancionada pelo prefeito Fernando Haddad - ou seja, a lei já está vigorando. E não é só caixa de som que pode levar a multas. Som de rádio, celulares, televisão ou qualquer outro instrumento que provoque som alto é incomode é passível deste tipo de punição.
Para punir os infratores, basta que um morador telefone para a polícia. O nome do denunciante não é divulgado. O som alto em residências também é punido. São Paulo já tem uma lei, chamada "Pisu", que controla com rigor o som alto de bares e casas de shows. Muitas destes estabelecimentos já foram fechados.
Com a popularização dos celulares, é muito comum pessoas ouvirem músicas nestes aparelhos em alto volume quando estão em ônibus ou metro. E este abuso também está sendo punido. Sinal dos tempos? Com certeza. As cidades -grandes e pequenas -  precisam se adaptar aos novos comportamentos da sociedade.
E isso também vale para São Miguel do Gostoso. Uma cidade que quer ser civilizada não pode permitir abusos de som, onde cada um resolve ouvir som na altura que quer e fazer do seu carro (foto) um "trio elétrico pessoal", explodindo os ouvidos de quem quer sossego e não quer ser incomodado com aquele barulho.
A cidade também sofre o incômodo dos cultos evangélicos feitos em vias públicas. Praticamente todos os domingos a Assembléia de Deus interdita a avenida dos Arrecifes, via principal da cidade, para fazer cultos. Um paredão de som, chamado de "Paredão de Jesus", incomoda e tira o sossego da população.
Outro grande problema são os carros de propaganda que "infernizam" a vida da população a partir das 7 horas da manhã, vendendo seus produtos. O barulho é capaz de enlouquecer qualquer um - principalmente quem ainda está descansando naquela hora. Esta tipo de propaganda tem que ter controle.
E já que estamos falando de som vamos falar também do altíssimo volume da última festa realizada na praia da Xepa - a do padroeiro da cidade, no início de outubro. A cidade - principalmente quem mora ao lado poente da Xepa - ficou a noite toda sem dormir. Um abuso que contou com o aval da prefeitura local.
Agora que está chegando o Carnaval é preciso pensar nisso. E é bom que se diga que ninguém é contra a realização de bailes de Carnaval. Só que esta festa tem que ter horário para começar e horário para terminar - nunca terminando depois das 2h30. E também deve ser feito com volume de som civilizado.
Nesta questão do controle dos horários e do som dos bailes de Carnaval o ex-prefeito Miguel Teixeira era mais cuidadoso. Os bailes - sempre com bandas locais e com som mais moderado - nunca terminavam depois das 2h30. Até agora, a atual prefeita não demonstrou o mesmo cuidado. Veremos agora no Carnaval.  
Lei na Câmara
São Miguel do Gostoso precisa caminhar também na direção de controlar os abusos provocados por som alto. Otoniel Baracho, da Ong Aslírio, já encaminhou minuta de projeto à Câmara Municipal disciplinando este tipo de som. Mas até agora a Câmara não se mexeu para controlar o som enlouquecedor da cidade.
Controlar o som abusivo das cidades é sinal de educação e civilidade.
Ninguém tem obrigação de ouvir som nas alturas -de residências, carros e igrejas evangélicas - que incomoda a todos. Tanto a Prefeitura de São Miguel do Gostoso como a Câmara Municipal estão devendo ações eficazes e imediatas que controlem e disciplinem este som maluco que ensurdece e "emburrece" a cidade.




44 comentários:

  1. Desde a manhã do último dia dia 1, este blog tem recebido uma série de comentários acusando o sub-tenente Édson, responsável pelo destacamento da Polícia Militar da cidade, de ter se envolvido em um incidente com moradores que estavam em uma festa de uma casa vizinha à sua residência. Alguns destes comentários continham ofensas ao policial e por este motivo não foram liberados. Este blog falou com o sub-tenente Édson e ele informou que apenas reagiu a pessoas que o agrediram verbalmente, quando ele chegou em casa e pediu para um dos participantes da festa retirar o carro que estava estacionado irregularmente diante de sua garagem. Além de palavrões contra ele, um dos integrantes da festa, segundo Édson, tentou agredi-lo fisicamente - e por este motivo, em uma atitude de defesa, ele tirou o revólver, mas sempre o apontando para o chão, sem intenção de atirar em ninguém. Está feito o registro pedido pelos leitores do blog. Quem quiser, pode continuar se manifestando sobre este incidente, mas sem incluir ofensas e agressões. A seguir, um dos comentários enviados a este blog:

    "Ola Emanoel Neri, venho por meio desta mensagem fazer uma denuncia de um acontecido hj dia 01 de janeiro de 2014, em um jantar com amigos, um estacionou seu carro em frente à casa do delegado sem saber pois a casa è alugada, digo delegado mais sei la o que pode ser chamado já que não tem capacidade alguma de exercer este cargo, em fim o mesmo chegou com tamanho ignorância perguntando já com palavrões terríveis em frente de todos, e ate puxar sua pistola em frente de todos, e ate 5 crianças que ficaram muito nervosas, gostaria que fizesse algum levantamento de opiniões"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Emanoel neri,vamos abrir uma campanha para que o sub edsom volte a comandar o policiamento de sao miguel do gostoso pq des da saida do mesmo nao vimos policiais nas ruas e a populacao so o que pede e a volta do sub Edson agradesco nem que seja um basto assinado vamos mos pronunciar e o conselho de seguranca vai ficar calado diante do que acontece? Vamos agir.

      Excluir
  2. Boa tarde Emanoel Neri, ofensas verbais da parte das pessoas isso e contraditório, afinal ele talvez não saiba o que são ofensas verbais, foi o mais ele usou tratando pessoas de bem, chegando a mandar tomar no _ _uma das senhoras que estava vivenciando aquele momento, só pq pediu que tivesse calma, outra coisa em um dado momento falou que iria atirar, sempre com muita ignorância e altíssimo palavrões. Outra coisa ele estava muito embriagado, pilotando uma moto, e armado, exemplos que não são propícios a qualquer outra pessoa muito menos a ele que exerce cargo de tamanha responsabilidade em nosso município, no momento pedimos apoio da policia mais o que nos disseram no momento era que não podiam fazer nada, por serem inferiores a ele, Obs: se o chefe de segurança do nosso município faz isso, o que terá de exemplos para os da criminalidades? palavras de quem presenciou tudo, para maiores informações o mesmo estar aberto para depor seus comentário se é que tem alguma coisa para falar, a câmara municipal de São miguel do gostoso já nos deu a oportunidade...Aguardamos providencias desde de já...ESPERO QUE POSTE....OBG

    ResponderExcluir
  3. J. Edson Sub Ten PM4 de janeiro de 2014 20:38

    A bem da verdade venho a público esclarecer o seguinte: Na noite do dia 31 último, por volta das 22 horas, depois de um dia de trabalho, fui com minha mulher e filha até a residência de um amigo (Rafael Thiago), que nos havia convidado para um churrasco em sua casa. Por volta da meia-noite e meia, a garota começou a cochilar. Mesmo sendo oferecido uma cama para que ela dormisse, minha mulher e eu achamos melhor voltarmos para casa pois eu estava bastante cansado. Ao chegarmos em frente à casa, percebemos que não poderíamos entrar pois havia um carro estacionado na frente do portão, impedindo a entrada até mesmo de uma pessoa. Na casa vizinha ocorria uma confraternização. Esperei alguns minutos que alguém se prontificasse a retirar o tal veículo. Depois de um certo tempo, ao ver que ninguém se manifestava, apesar de várias pessoas lá presentes perceberem que eu queria entrar, me dirigi à frente da tal casa e perguntei irritado de quem era aquele carro. Um cidadão se identificou como sendo o dono, pediu desculpas pelo transtorno e se prontificou a retirar o veículo. Eu grosseiramente na minha irritação, disse-lhe que era uma imbecilidade estacionar diante de uma garagem. Quando fui saindo, um indivíduo que eu não pude identificar, disse: "O sujeito enche o c.. de cana e vem falar m.. na porta dos outros". Eu repliquei: " Vá tomar no c.. que eu só vim até aqui, porque me impediram de entrar em casa". Nesse instante, um dos presentes procurou me agarrar pela camisa, tentando me atingir com um soco, consegui me desvencilhar, enquanto outros também vieram em minha direção. Rapidamente empunhei minha pistola que estava no bolso dianteiro direito da bermuda, eles ao verem a arma recuaram e eu a mantive da mesma forma que a retirei do bolso, com o cano voltado para o chão. Ao ver que não corria mais perigo de ser agredido, coloquei-a de volta onde estava, caminhei pra frente de casa, o proprietário do carro me seguiu, o retirou e eu entrei. Não apontei a arma para ninguém, não falei em dar tiros, não mandei senhora alguma para lugar nenhum e não estava embriagado. Fui grosseiro e estúpido, devolvi os palavrões que alguém me dirigiu, mas em momento algum procurei agredir fisicamente qualquer um deles, como fizeram comigo. Saquei a arma numa atitude defensiva. Talvez outros não agissem assim. Aproveito inclusive, para pedir desculpas aos senhores, as senhoras e crianças presentes àquela situação, por minha atitude em relação ao palavrão e grosseria. Quero deixar claro porém, que não estou pedindo para quem se sentir ofendido, deixar de procurar o reparo da sua ofensa. Quem estiver nesta situação pode se dirigir até à Corregedoria Geral de Polícia, localizada na esquina da rua Jaguarari com a avenida Amintas Barros, em Lagoa Nova, Natal, e registrar sua queixa. Lá, o ofendido ou a ofendida, terá a oportunidade de me acusar, e eu terei também a oportunidade de me defender. Não costumo agir com desrespeito às pessoas, embora não seja nenhum santo. Se eu errei, errei em virtude de um erro anterior ao meu. Assumo o que faço, diferentemente de algumas pessoas. Tudo que eu queria naquele início de ano, era ter entrado em casa e descansado em paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais como assim eu a garota e minha esposa vcs não estavam de moto? moto não e para andar duas pessoas? expliquem!

      Excluir
  4. na realidade quem estar incomodando mesmo e a familia neri aqui na cidade de gostoso querendo proibir tudo ate os evangelicos porque a mae e catolica do pe roxo ,divulgue dono da verdade cuidado com a sua vida ,voçe esta falando demais

    ResponderExcluir
  5. A atitude do Policial Militar é grave. E mais grave ainda teria sido a dos seus subalternos. Quem descumpre a lei deve ser tratado igual, seja quem for, ninguem esta acima da lei. O policial não estava de serviço, não justificando o porte de arma em sua folga. Sacar arma contra cidadãos desarmados é grave. Sendo assim é licito a qualquer um tambem se valer de arma de fogo para resolver qualquer problema que apareça. Aconselho as vitimas a denunciar o policial na Corregedoria e prestar queixa na delegacia de Touros, por injuria, ameaça e abuso de autoridade. Muitas vezes os policiais se valem da distancia da capital, de qualquer fiscalização de superiores, para fazerem o que quiserem, como ja aconteceu de policiais atirarem em festas, bebados, nda acontecer com eles, justmente por acobertamento dos colegas locais. Em ultimo caso, tem a promotoria como fiscal ultima da policia.

    ResponderExcluir
  6. A unica preocupação do dono deste blog é com os clientes de suas pousadas. Aconteça a maior barbaridade que acontecer, se não atingir seus interesses de seus negocios, tudo bem, se for as ilegalidades cometidas por seu grupo familiar e politico contra contratados e cidadão, ele omite neste blog. Somente o que atinge seus interesses é objeto de denuncia aqui. E sei que muito provavelmente não sera publicado, como muitas outras denuncias que fiz aqui. VERGONHA Sr. Emanuel Neri

    ResponderExcluir
  7. Pois eu sou evangélica e a família Neri não tem incomodado ninguém. Quanto à eles serem católicos eu os respeito muito porque eu como minha família fomos católicos e eu não posso criticar uma religião que foi de minha familia. Cara evangélica acima, se sua familia não era católica só poderia ser então de macumbeiros porque há 40 anos atrás só exestia essas religiões em Gostoso. Todo evangélico de Gostoso deve respeito aos católicos por terem que respeitar a crença dos antepassados de todos os evangélicos daqui a não ser os que os pais e avós eram macumbeiros. Quando a pessoa acima diz 'cuidado com a sua vida' eu me envergonho de tal pessoa que se diz evangélica, que espécie de ameaça é essa? Você só leu o evangelho mas não lhe adiantou nada. Espero que você não pise na mesma igreja que eu. Que vergonha!!

    ResponderExcluir
  8. abuso de autoridade e comum aqui, pois policias sempre abordam inocentes de forma humilhante e sra prefeita deixa tudo isso acontecer. já que ela ficou sabendo destes acontecido ficou encarregada de tomar providencias e nada foi tomada e ai caro blogueiro o que devemos fazer a quem nos socorrer, por que a prefeita nada fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cabe à prefeita punir policiais por eventuais falhas. Quem pune policiais é o governo do Estado. A Polícia Militar, assim como toda a estrutura da Segurança Pública, está subordinada ao governo estadual. Então quem quiser reclamar deste episódio tem que se dirigir ao governo do Estado, maisi precisamente à Corregedoria da Polícia Militar. O próprio sub-tenente Édson, em sua defesa encaminhada a este blog, informou que queixas contra ele podem ser encaminhadas à Corregedoria da PM. Em sua defesa neste blog, Édson pediu desculpas por eventuais excessos verbais proferidos por ele neste incidente da noite do dia 31 de dezembro. Se, mesmo assim, os envolvidos neste incidente acharem que o pedido de desculpas do policial não é suficiente, devem procurar a Corregedoria da Polícia Militar para formalizarem suas queixas.

      Excluir
  9. Bom dia Emanoel sou vizinha e vi o que aconteceu, só pra lembrar o senhor sub tenente Edson, que o som de sua casa estava ligado ate unas dez horas da noite deste dia, só se foi para casa desse amigo depois que acabou a farra na sua casa...pelo que eu vi ele bebia tb como diz não estar embriagado! fiquei muito triste por ter tratado uma pessoa de respeito daquela forma, digo o dono do carro por ser conhecido como pessoa de bem desde sua infância.

    ResponderExcluir
  10. Espero que respeitem meu comentário, mas as vezes acho que são miguel não tá preparado para o turismo, vejo que a cidade ainda tem uma parte da sociedade de renda baixa e o turismo faz com que os comercios aumentem de preço (nem nós que somos de são miguel podemos sair pra lanchar porque é muito caro), e essas pessoas que não podem, não tem condições de comprar. o turismo beneficia mas os comerciantes e pousadeiros( pode até abrir porta de trabalho , mas já ouvir dizer, não posso confirmar porque foram comentários, que existem pessoas que não tem a carteira assinada aqui em são miguel)... e a cidade em si tem que correr atrás do prejuízo, é triste, muita gente preocupada mas com a cor que deve ser pintada na parece pra ficar bonitinho do que com a massa que vai ser colocada na parede.

    ResponderExcluir
  11. Boa madrugada aqui eu de servico,sou o amigo do sub ten edsom que o convidei para confraternizacao em minha residencia venho informar que ele nao estava embriagado como comentaram anteriormente primeiro vcs so querem fazer criticas ao policial segundo todos nos em san consciencia sabemos que onde existe uma garagem nao estaciona se nem uma bicicleta quanto mas um carro ,terceiro nao lembram que vieram agredir fisicamente o sub ten primeiro terceiro ele sacou a arma para sua defesa depois o mesmo continuou com a arma apontado para baixo mostrando que estava em seu perfeito estado normal acuzao ele por isso ae nao lembram que foram pra cima dele e chegando ate agredi lo que isto e uma agrecao que fizeram outro ponto falaram que nao tem porte mas todo policial tem que estar com sua arma pessoal para se defender porque dia a dia do policial e muito dificio inclusive o que fizerao aquele dia se fosse outro nao teria feito o mesmo vcs que fizeram isto estao errados vao procurar uma lavagem de roupa.espero que publique emanoel neri ass (Rafael Tiago)o mesmo mencionado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARO RAFAEL COMO PODE QUERER DEFENDER SE VC NÃO VIU NADA?LAVAGEM DE ROUPA CREIO QUE VC QUE DEVE FAZER AFINAL ESTAR NA FUNÇÃO ERRADA...

      Excluir
    2. muita idiotice para um policial manda as pessoas procurarem lavagem de roupas, talves vcs estejam precisando, e cuidado com as palavras que diz pois assim como o sub vc estar mais errado ainda, lavagem de roupas para vcs na delegacia para ver se ocupam em alguma coisa e parem de atrapalhar os cultos evangélicos... Cleber Rodrigues

      Excluir
    3. cleber está revoltado porque perdeu o cargo de professor pela suas irresponsabilidade e fica falando mal de Fafa se ligue que voce fez muita besteira e agora acusa a gestao por suas bobagens cresça e apareça

      Excluir
    4. esse cleber tem muita coragem de chamar um policial de idiota devia levar um processo pra deixar de ser besta

      Excluir
    5. Lugar de culto é na igreja e não no meio da rua com paredão de som. Se o Deus de vcs é surdo e só com esse barulho todo conseguem chamar sua atenção, procurem um lugar isolado onde não incomode a população.

      Excluir
    6. mais idiota é voces q colocam comentarios e n tem coragem de colocarem seus nomes o meu trabalho n perdi n passei o ano ganhando sem trabalhar ja vcs precis babar para recebrr. e se tiver alguma coisa para resolver é só me procurar...mais deix a covardia de lado. cleber

      Excluir
    7. Nunca vi tanto crente 'arengueiro', fofoqueiro, invejoso, egoísta e prepotente como estes daqui! Deixam de orar quietos em seus templos, pra causar discórdia, procurar confusão e perturbar o sossego dos outros.

      Excluir
  12. O que vejo nos comentários é um conjunto de pessoas com um nível de stress muito grande, além de fomentarem a discórdia, briga e outras coisas negativas. Por que tudo isso ? Será que tem gente interessada em que o Sub Edson deixe São Miguel do Gostoso ? Fomentar esta discórdia, Sr. Emanuel Neri, enquanto a cidade está cheia de problemas. O senhor vem e faz este "Carnaval" ? Falemos de coisas mais interessantes. Escreva sobre assuntos que nos façam crescer, evoluir ou a sua ideia é a de fomentar a discórdia e defender o seu clã ? Moro em São Miguel do Gostoso e dos responsáveis pela PM que por aqui passaram, o Sr. Edson é o mais digno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra vc né? mais enfim só queremos que não aconteça com outros cidadães de bem, e sim com pessoas que aterrorizam o nosso município, como o caso de um rapaz que já roubou varias vezes e o policiamento tem medo de prende-lo vão em sua casa passam minutos e quando sai o mesmo sai para fora e zomba da cara deles...

      Excluir
    2. Concordo que o sr edsom e o mais preparado para estar a frente do policiamento de sao miguel do gostoso e quem esta fazendo a confusao e puxando assunto e interessado que ele saia de sao miguel tem algo a esconder nao sei ne mas e o que estar parecendo segundo nao estava na hora mas conheco o sub ele so teve essa reacao pq agredirao ele ea so querem colocar culpa no policial ae vc queriam bater e aeiria ficar por isso mesmo nao ne pensem nessa ipotse so querem criticar pow e nao lembram dos seus atos (rafael tiago)

      Excluir
    3. Este blog não está fomentando discórdia. Apenas publica comentários que não tenham ofensas nem agressões verbais ao sub-tenente Édson. Tenho muita admiração pelo Edson. Trata-se sem dúvida de uma pessoa correta e honesta. E que tem se esforçado muito para melhorar a segurança pública de São Miguel do Gostoso. Já falei anteriormente e repito agora: o sub Edson já veio a este blog pedir desculpas por eventuais excessos verbais que tenha cometido ao se defender de outras ofensas verbais lançadas contra ele. Não são todos que sabem pedir desculpas. O sub Edson veio a este espaço e, publicamente, se desculpou. O que querem mais seus acusadores? O próprio Edson, numa manifestação absolutamente positiva, indicou (inclusive deu o endereço) da Corregedoria da PM para aqueles que, não satisfeitos com seu pedido de desculpas, encaminharem suas reclamações para o órgão da PM responsável por excessos policiais. O que esta gente quer mais? Chega de intriga. A segurança pública é uma questão muito séria para ficar neste bate-boca, neste disse-me-disse. O Edson é uma pessoa que precisa ser respeitada e, mesmo tendo cometido falhas, reconheceu seu erro e pediu desculpas. Então agora é hora de parar com estas intrigas.

      Excluir
  13. O maior efetivo de policiais militares já alcançado pelo município é o atual, com o total de 12 homens (13 com o comandante). Isso se deve ao empenho do Sub e de outras pessoas na busca por um maior efetivo.
    Conseguir policiais para um município um pouco distante da capital, onde os mesmos não são gratificados nem valorizados, onde existe uma população caluniosa e fofoqueira, comerciantes e políticos ignorantes e exigentes, que cobram resultados, mas não observam que as leis e condições de trabalho são fracas, é uma tarefa difícil. No entanto, a dificuldade maior se mostra em manter os policiais numa cidade dessas, na relação de respeito com seus subordinados, em saber liderar a tropa, resolvendo os problemas sem ser corrupto e sem passar por cima dos direitos de cada um. O sub realmente é o mais digno dos que por aqui passaram, como disseram acima. Se o mesmo sair, estejam preparados, pois não há ninguém melhor por vir.

    Ex policial de SMG.

    ResponderExcluir
  14. Bom trabalho da polícia militar, essa semana prenderam mais um ladrão safado desses que temos aqui em Gostoso, o cara saiu da cadeia a poucos dias e já estava praticando vários roubos em nossa cidade, agora será que esse indivíduo demore na cadeia, pelo menos o povo espera que sim.

    ResponderExcluir
  15. J. Edson Sub Ten PM7 de janeiro de 2014 16:18

    Entendo os que estão indignados comigo e os que me defendem. Agradeço o apoio dos que me auxiliaram na difícil missão de policiar o município. Cada etapa da vida é um aprendizado. Ter estado à frente deste destacamento também me preparou um pouco como pessoa. Fiz o melhor que podia e sabia fazer, com as condições que dispunha. Agradeço aos policiais que trabalharam comigo durante todo esse tempo. São pessoas honestas, íntegras e dedicadas ao que fazem. Valeu, combatentes, continuem sendo os homens que são. Aos amigos que aqui deixo, nossa amizade não morrerá. Aos que estão chateados comigo (espero não ter deixado aqui inimigos), mais uma vez peço desculpas, mas sem deixar de lembrá-los que podem ficar à vontade para tomar as medidas que desejarem. Acho que com a minha saida daqui, devem cessar as hostilidades. Boa sorte ao colega que me substituir, e que ele consiga dar à população de São Miguel a segurança que eu não cosegui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este blog lamenta a saída do sub-tenente Édson. Apesar de eventuais falhas -e no caso do incidente do dia 31/12 ele já havia reconhecido o erro e pedido desculpas à população -, o sub Édson prestou, sim, um grande serviço a São Miguel do Gostoso. Não merecia sair do jeito que está saindo. Mas o mais grave em toda esta história é o descaso da Prefeitura e da Câmara Municipal com o Conselho Municipal de Segurança Cidadã. Este Conselho foi criado pela Câmara Municipal a pedido da prefeita da cidade. Mas em nenhum momento, o Conselho foi consultado sobre o pedido de afastamento do sub-tenente Édson. Pergunta-se: para que então o Conselho de Segurança foi criado? Qual é o real papel do Conselho de Segurança em São Miguel do Gostoso? Se o Conselho de Segurança não é ouvido pelas autoridades em um momento de crise como este - que envolve a principal autoridade policial da cidade -, então não existe nenhum motivo para a sua existência. É muito grave o fato de o Conselho de Segurança não ter sido consultado. É um descaso total com um órgão que foi criado para auxiliar o executivo (a prefeita) nas questões de segurança pública. Como fica agora este Conselho diante da comunidade que ele representa? Este blog vai voltar a este assunto nos próximos dias.

      Excluir
    2. Sempre soube que esse conselho e as decisões do mesmo, nunca sairiam do papel. Apenas um coletivo de reuniões sem resultados, e não pela vontade de seus membros e idealizadores, e sim pela falta de união, pelo descaso e as 'mãos fechadas' dos empresários e autoridades da cidade. Só querem tomar alguma iniciativa quando um cliente é assaltado/furtado, ou a casa de um parente/amigo é arrombada. O problema é que estes fatos isolados acontecem em intervalos de tempo diferentes. Enquanto um quer agir os outros não estão nem aí, pois ainda não aconteceu com eles. Se todas as ocorrências acontecessem ao mesmo tempo, as decisões do conselho funcionariam!

      Ex policial de smg

      Excluir
  16. Não tenho nem pena de quem foi ofendido , até porque quem tem pena é galinha... mais em fim são evangelicos dizem ter deus no coração frequentam todos os dias a igreja, mais essa mesma senhora que foi citada na postagem, so sabe falar da vida dos outros, as filhas são falsas feito uma cascavel de jaleco, por favor néee" realize" ... porta dos outros não é canto de estacionar carro,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pra vc querida que postou isso, estar muito equivocada isso deve ser vc né?fofoqueira é sua referencia, vc que estar perdendo seu tempo, outra coisa cascavel de jaleco é vc, ou seja talvez nem jaleco sirva em vc,kkkkkkkk...

      Excluir
  17. Concordo plenamente com o Rafael Thiago eles tem é mais que se ocupar com uma lavagem de roupa, que é pra deixar de ser fofoqueiros e para de botar olho gordo nas coisas dos outro...

    ResponderExcluir
  18. QUANDO SOUBE QUEM ERA, DEI NEM A MINIMA SE FOSSEM UMA PESSOA QUE NINGUÉM TEM NADA CONTRA AI SIM... MAIS ELES,AQUI TEM CADA QUALIDADE DE CRENTE, DEUS NÃO SE SERVE DESSAS COISAS QUE VOCES FÁS
    FICA A DICA

    ResponderExcluir
  19. So digo uma coisa- ESSA AUTORIDADES ABUSAM MUITO DO PODER

    ResponderExcluir
  20. Eu conhece essa senhora que estava participando do jantar na casa vizinha,sempre se faz de vitima em todo acontecido, por isso que não a defendo, até porque eu não estava lá para presenciar o tal fato... mais digo uma coisa uma pessoa que sempre se fas de vitima não da pra acreditar

    ResponderExcluir
  21. KKK...eles pensaram que postando essa pauta o povo iria alizar o coro deles, aqui nos falamos é a verdade, aqui em gostoso todo mundo conhece vcs, todo mundo conhece os pedre dos outros, não adianta dá uma de santos, o que adianta agora é ouvir

    ResponderExcluir
  22. Nessa cidade essas policiamento so fas oq o pessoal que vem de fora quer, so respeita os de fora, onde já se viu parar um culto de adoração a deus por pedido de um vizinho que nem brasileiro é nem daqui é, porque não quer ouvir barulho de nada,um galo não pode cantar que o gringo vai acionar a policia, vcs policiais deviam ter vergonha desse erro que vcs cometem, o que é pra vcs fazer não fazem aqui é uma cidade onde os ricos e os grigo mandam.Se eles vem pra cá pra gostoso pra não ouvir barulho de som em dias de festas, ou galo cantando, cachorro latindo eles estão no lugar errado... ou eles cavam um buraco e enterram a cabeça pra não ouvir barulho ou vá pra casa de C@#%*@$.....

    ResponderExcluir
  23. emanuel o horario de funcionamento do spaço mmix mudou pra pior nas quartas e sabados termina 04 horas da manha,so tem justiça pra controlar o horario do club de clesia ou ela nao esta informada porque la termina 01 hora,vou falar pra ela. nem policiamento aparece por la no spaço mix muito barulho principalmente quando termina muitos bebados gritando no meio da rua.

    ResponderExcluir
  24. http://centoenoventa190.blogspot.com.br/2014/01/operacao-apreende-seis-paredoes-de-som.html#

    ResponderExcluir
  25. boa tarde!
    entendo a defessa do sr. citado pelo sub-ten e do ex. policial,
    eu só acho entranho uma atitude de um cidadão que não estava lá no momento e fica defendendo com uma propriedade e uma certeza como o sr. acima citado pelo sub-ten, já pode ter feitos as mesma coisas que sub.ten fez, e acha que é correto, como por exemplo tem um policial que toda semana chega de frente a uma lanchonete no centro da cidade e liga o som, por que é policial, acha que pode fazer, oque bem entende, eu acho que na academia que os policiais são formados, não é isso que ensina, outra mostra como esse sr. citado pelo sub-ten, manda as pessoa arranjar uma lavagem de roupa, que precisa de se educar, ou vc saiu de uma academia diferente, outra emanoel neri, eu também entendo a sua defessa pelo sub-tenet, mais vc acha que ele pode ser a unica pessoal que poderia dar uma melhorada na segurança da cidade, tem pessoas melhor e capaz de fazer,

    ResponderExcluir
  26. http://www.jairsampaio.com/2014/01/prefeitura-de-ipueira-e-condenada.html


    Por Marcos Dantas - Os desembargadores que integram a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN) deram provimento a um recurso de Apelação do Ministério Público, que resultou na condenação da ex-prefeita Cessa Macedo, a qual transferiu um policial da cidade, de forma indevida e por motivos de cunho pessoal.

    E o TJ/RN atendeu à pretensão formulada na Ação de Improbidade Administrativa em relação a ex-prefeita. Cessa deverá pagar multa civil equivalente a 10 vezes o valor do subsídio ou remuneração percebida ao tempo dos fatos. A decisão verificou que um policial militar foi removido para Timbaúba dos Batistas, a pedido da ex-prefeita, em razão da discussão que teve com o filho dela, poucos dias antes, contrariando-o na frente dos amigos, quando solicitou que o volume do som do carro fosse reduzido.

    Ainda os desembargadores levaram também em conta que, entre os moradores de Ipueira, também ouvidos na fase inquisitorial, o comentário geral era de que o soldado havia sido "expulso" de Ipueira após ter abordado o filho da então prefeita.

    ResponderExcluir
  27. Sr. Blogueiro, veja como tu tens a oportunidade de fazer São Miguel do Gostoso crescer e evoluir. Escreves bem, mas adora "um disse me disse". Tivemos aqui em Gostoso dois comandantes da PM que eram dignos. O primeiro foi transferido por que prendeu um ex-prefeito e foi perseguido até sair de Gostoso e o outro, o Sub Edson, tu com o teu poder, fez o que fez. Tu vais te defender, dizendo que tu estás fazendo o teu papel como jornalista, mas vais ficar com o legado de ter contribuído para a saída do Sub Edson. Deite tua cabeça no travesseiro e vejas se consegues dormir...

    ResponderExcluir
  28. Se é competente não presta, e se é ruim vai logo embora.

    ResponderExcluir