sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Restaurantes e bares de São Miguel do Gostoso ainda restringem cartões, dificultando a vida dos turistas

Chega o final do ano e sempre acontece a mesma coisa em São Miguel do Gostoso. O dinheiro do posto bancário do Bradesco - o do Banco do Brasil, foi explodido por bandidos - não é suficiente para atender à grande demanda de turistas que vem à cidade. Muita gente fica desesperada, sem dinheiro.
E a situação se agrava devido ao fato de grande parte dos restaurantes e bares da cidade não contar com serviço de cartões de crédito e de débito. O mesmo ocorre com o setor de serviços, como passeios e transfer, em que os turistas têm que pagar em dinheiro, gerando dificuldade para a permanência deles na cidade.
É claro que há exceções. A grande maioria das pousadas (foto acima) e de seus restaurantes aceitam cartões, o mesmo ocorrendo com alguns estabelecimentos de rua. Há pequenos bares e restaurantes que operam com cartões de débito. E isso já quebra um galhão para quem chega à cidade com pouco dinheiro.
Não dá mais para uma cidade turística, como é São Miguel do Gostoso, trabalhar sem cartões. Como se diz no linguajar economês, o dinheiro de hoje é de "plástico" - referência ao plástico dos cartões de crédito. Já há cidades no Brasil em que até pagamentos de táxis podem ser feitos com cartões de crédito.
Por que parte destes estabelecimentos não quer usar cartão de créditos ou de débitos? Isso ocorre por vários motivos. Um deles são as taxas de administração dos cartões cobradas pelos bancos. Outro motivo é que o o dinheiro do cartão de crédito só cai na conta, na maioria das vezes, depois de um mês.
Mas outro grande motivo pela resistência aos cartões de crédito e de débito é a obrigação do pagamento de impostos. Com o pagamento em cartões, fica mais fácil aos governos saber o faturamento de cada estabelecimento - e isso facilita a cobrança de impostos e evita sonegações por parte dos comerciantes.
Mas o pagamento de impostos é uma obrigação de qualquer estabelecimento comercial. Se o cidadão é obrigado a pagar impostos, o restaurante ou o bar em que ele consome também tem a mesma obrigação. Mas no Brasil, infelizmente, a cadeia tributária nem sempre acontece desta forma.
E a sonegação de impostos ocorre principalmente em cidades pequenas, como São Miguel do Gostoso, onde o sistema tributário não funciona de forma organizada. Mas os comerciantes - donos de restaurantes e bares - deveriam ter esta responsabilidade com o governo e, em especial, com seus clientes. 
Os estabelecimentos de São Miguel do Gostoso que não recebem cartões, sejam de crédito ou de débito - neste tipo de cartão o dinheiro cai na conta automaticamente, embora também pague taxas bancárias - deveriam no mínimo expor, em cartazes,em seus estabelecimentos, que não aceitam cartões.
Esta iniciativa daria mais transparência a estes estabelecimentos e mais conforto aos seus clientes. Este blog já presenciou cenas constrangedoras de clientes que, após consumirem em bares e restaurantes, são informados de que o pagamento não pode ser feito com cartões, mas apenas com dinheiro.
É um constrangimento que tem efeitos na imagem de São Miguel do Gostoso. Se uma cidade quer ter seu turismo organizado e profissionalizado, não pode restringir o uso de cartões de crédito ou débito. Deve-se facilitar a vida do cliente e evitar que ele passe vexames ao querer pagar suas contas com cartões.
O noBalacobaco não vai citar nomes de estabelecimento de São Miguel do Gostoso que não aceita cartões de crédito ou de débito. Mas o cliente aos poucos fica sabendo quem aceita ou não cartões. E, como em várias outras atividades, vai optar pelos estabelecimentos que lhe dão conforto ao aceitar cartões.
Em tempo. Tanto o Bradesco como o Banco do Brasil têm que ter mais responsabilidade com seus clientes. No caso do Bradesco, deve aumentar o fluxo de dinheiro em seus caixas automáticos. No caso do BB, apressando a reconstrução do posto bancário da cidade, que foi explodido por bandidos.






 

5 comentários:

  1. é, tem muita gente ganhando dinheiro sem nem CNPJ... e muita gente correta pagando por todos...

    ResponderExcluir
  2. maria paulina de morais27 de dezembro de 2013 21:16

    nós moradores queremos providençias em relaçao a segurança pois todos os dias uma cas é arrombada pelos bandidos de Gostoso e a policia nao prende esses bandidos populaçao pede socorro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deixa de mentira que isso não tá acontecendo. Vc só tá dizendo isso para espantar os turistas. Macedo

      Excluir
  3. Com cartão de crédito não tem como fazer caixa 2 e sonegar.

    ResponderExcluir
  4. ATENÇÃO :LUIZ DODO O HOMEM DA LIMPEZA PUBLICA QUERIDO SE O SENHOR NÃO TEM CONDIÇÕES PARA TRABALHAR.ENTREGUE O CARGO PARA NENE DE LALA OU RUBENS OU A SECRETARIA DE TURISMO OU PARA A E GOSTOSO. MAIS NÃO DEIXE O NOSSA CIDADE VIRÁ UM LIXÃO

    ResponderExcluir