terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Nasce o Iasnin, mais uma ong que vai trabalhar pela ação social e a cidadania em São Miguel do Gostoso



Por Emanuel Neri
Foi criada em São Miguel do Gostoso uma entidade que terá seu foco direcionado para a promoção social da população da cidade. Trata-se do Instituto de Ação Social e Cidadania Nilo e Isabel Neri (Iasnin), criada no último sábado (23/2).
O Iasnin se transformará futuramente em uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). A diretoria e o Conselho da entidade já estão constituídos e serão formados por membros da família Neri, lideranças civis de São Miguel do Gostoso e membros de ONGs locais.
Quando estiver em pleno funcionamento, o Iasnin pretende agir em várias frentes, como ações sociais e culturais, meio ambiente, formação profissional, promoção do desenvolvimento sustentável e outros focos (abaixo, relação de objetivos da ONG).
O Iasnin não adotará modelo convencional em sua estrutura direcional. Em lugar do presidente, haverá um coordenador-geral, cujo cargo será ocupado pelo autor deste blog. Os demais cargos da direção também estão estruturados em coordenadorias.
Esta ONG vai funcionar em um prédio cedido pela família Neri. Está localizado na avenida dos Arrecifes, onde funcionava antigo comércio da família. Atualmente o imóvel está ocupado pelo supermercado Teixeira, cujo prédio está em reforma.
Tão logo o supermercado Teixeira desocupe o prédio, ele passará por reformas para abrigar o Iasnin. Este é um dos maiores imóveis existentes na cidade. Tem mais de 300 metros quadrados, em forma de galpão, ideal para este tipo de atividade.
Provavelmente o Iasnin abrirá suas portas no meio do ano. E vai começar atuando com atividade cultural e espaço para seminários, cursos e treinamentos. No local, haverá espaço que pode ser usado tanto como sala de cinema como para teatro.
A ideia é que o Iasnin promova filmes de interesse de conhecimento da população, em especial documentários sobre movimentos históricos e artísticos do Brasil. O imóvel também poderá ser utilizado para reuniões de outras ONGs da cidade.
É provável que este espaço sirva para reunir, a partir do meio do ano, oficinas do Festival e Cinema de São Miguel do Gostoso, previsto para novembro de 2013.
Estas oficinas,para formação técnica de jovens locais, serão feitas pela UFRN.
É comum a criação de instituição similares a esta por famílias. No Brasil, há inúmeras entidades deste tipo criadas por famílias, atuando nas mais diversas frentes de interesse da sociedade. Tais ONGs podem fazer parcerias com órgãos públicos.
A família Neri entende que a criação do Iasnin é uma forma de retribuição e reconhecimento com a cidade. Nilo Neri, já falecido, casou-se com Isabel Neri, e iniciou suas atividades comerciais e agropecuárias em São Miguel do Gostoso.
O casal teve 15 filhos e 30 netos. Mesmo residindo em outras cidades do país,  praticamente todos os filhos têm casa em São Miguel do Gostoso, que frequentam regularmente. Filhos e sobrinhos, além de Isabel Neri, são fundadores do Iasnin.
Mas vários integrantes de outras ONGs locais também são fundadores do Iasnin. Fazem parte deste grupo a Amjus, a Aslirio, além de outras entidades da cidade. O coordenador financeiro do Iasnin será Otoniel Baracho, que já dirige a Aslairio.
Um dos objetivos do Iasnin é exatamente trabalhar de forma integrada com muitas  ONGs já existentes na cidade. Junto com estas entidades, o Iasnin pretende trabalhar fortemente a formação da cidadania em São Miguel do Gostoso.
Veja abaixo informações sobre como funciona uma Oscip, bem como os objetivos e focos do Iasnin.

INSTITUTO DE AÇÃO SOCIAL E CIDADANIA NILO E ISABEL NERI  – IASNIN
O IASNIN tem por finalidades:
I - promoção de  assistência social a jovens, idosos e famílias ;
II – promoção da educação, incluindo ações de qualificação profissional, de forma complementar  e suplementar a ação do Poder público;
III – promoção e incentivo da cultura, arte, esporte e lazer;
IV – promoção do desenvolvimento sustentável, incluindo ações de geração de emprego e renda e outras, que garantam a sustentabilidade social, econômica e ambiental do município;
V - defesa, preservação e conservação do meio ambiente;
VI- promoção do voluntariado;
VII- promoção da cidadania, da paz, da ética, da democracia e dos direitos humanos;
VIII – promoção da segurança alimentar e nutricional da população;
IX- desenvolvimento de estudos, pesquisas, tecnologias alternativas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos que digam respeito às atividades dos incisos anteriores.

12 comentários:

  1. parabéns! vai dar tudo certo, nossa cidade esta precisando...

    ResponderExcluir
  2. Bela iniciativa, parabéns aos idealizadores/as e organizadores/as!!!!!!!!!!
    Fundamental o foco de atuação no resgate e promoção da cultura local.

    Inestimável a contribuição a ser dada para a formação de público através do cinema, do teatro e da música => formação de atores/atrizes sociais críticos, criativos e solidários... Que assim seja...!

    Sugiro uma atenção especial ao Bairro do Maceió e do Guajirú... tem uma meninada com muito talento potencial (latente) por aqui...!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Mais um passo à frente para o belo futuro de Gostoso. Estamos no caminho certo. Educação agora e para as futuras gerações. Digo à todos que nossa querida Gostoso será um exemplo para todo o Rio Grande do Norte. Obrigado familia Neri. Tudo que esta terra deu à vocês devolver um pouquinho para os outros habitantantes é muito louvável.

    ResponderExcluir
  4. CRIAR INSTITUTO NÃO VAI RESOLVER O PROBLEMA DO POVO NÃO, O POVO GOSTA DE PESSOA QUE NÃO SE ESCONDA DELES, QUE OS AJUDEM QUANDO FOREM PROCURADOS, MELHOR SAÚDE, EDUCAÇÃO, LIMPEZA, ASSISTENCIALISMO E SEGURANÇA.

    ResponderExcluir
  5. Pensamentos negativos como o do anônimo a cima não resolvem os problemas da cidade.

    Não estou vendo ninguém se esconder por aqui e antes que alguém pergunte não sou Neri e não estou defendendo ninguém. Sou apenas alguém que acredita que um bom governo não é responssabilidade apenas da prefeitura mas também de ONGs, grupos populares com reividicações, idéias e força de trabalho para ajudar a atingirmos as melhorias.

    Esconder-se atrás de um blog e ficar falando mal de um grupo que teve uma iniciativa em prol de todos é que não vai resolver os nossos problemas de saúde, educação, limpeza, assistencialismo e segurança.

    Parabéns pela iniciativa família Neri.

    ResponderExcluir
  6. Também dou Parabéns a iniciativa da familia Neri.
    Jucimar

    ResponderExcluir
  7. Iniciativas são muitas, vamos ver se as intenções são verdadeiras, Será que não é mais um pano de fundo para outras ações que visam o benefício próprio de um grupo? Acredito que já existe ONGs aqui em São Miguel com esses mesmos objetivos, Como a AMJUS por exemplo que já vem realizando trabalhos a um bom tempo, não seria mais fácil ajudar essa ONGs? o TEA, o NUCA, etc,..... os tartarugueiros que realizam um trabalho maravilhoso de conscientização ambiental e sem a ajuda de um centavo da parte da ninguém. Fica aqui minha opinião sem querer ofender a ninguém apenas exercendo meu direito de expressão.
    Antônio Carlos

    ResponderExcluir
  8. Pronto agora os problemas vão ser resolvidos, esperem cemtados ou deitados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PONTO PROS TEIXEIRA E NERIS...........

      Excluir
  9. SEMPRE O INTERESSE POLÍTICO ACIMA DE TUDO.

    ResponderExcluir
  10. A verdade é que tem alguém de olho nos projetos da CPFL RENOVÁVEIS, que terá sua comissão próximo dia 25de março, recolhendo os projetos, se liguem!

    ResponderExcluir
  11. São muitas ongs associações em nossa cidade, mas digo não acrescentará muita coiusa não, o povo precisa é de emprego melhor Educação e Saúde.

    ResponderExcluir